Rift - Super Killer Fragile

Helloween - Unarmed


Como fã de longa data do Helloween, eu estava curioso quando a banda anunciou que estaria regravando alguns de seus antigos clássicos e algumas mais recentes em um álbum comemorativo dos 25 anos da banda, e agora chegou o momento de conferir o álbum, e verificar como soam essas músicas.
Um detalhe importante antes de ouvir esse álbum, não espere que essas novas versões se pareçam com as originais, pois todas foram regravadas em formatos e estilos diferentes das originais. A primeira regravação que conferi antes do álbum sair, foi a "Dr. Stein", pois a banda gravou um video clipe, e tenho que adimitir que levei um susto, ou melhor, me decepcionei muito quando ouvi. Digo isso porque a banda simplesmente conseguiu destruir ou realmente descaracterizar totalmente a versão original, ficando em um estilo meio ska(shit arghh), com saxofone e tudo, inclusive os músicos aparecem no clipe vestidos mais ou menos neste estilo ska.
A próxima é a clássica "Future World", essa está mais em formato acústico, até aceitável se você não pensar na versão original. Aliás o álbum é recheado de partes acústicas e algumas partes sinfônicas tocadas por orquestra de verdade.
A faixa "If I Could Fly" eu já não achava tão legal assim, tipica faixa composta por Andi Deris, que aqui só ganhou arranjos acústicos e partes sinfônicas, no final soou bem legal.
Eu acho que a banda gostou do cd solo de regravações do Helloween do Michael Kiske, pois basta ouvir a "Where the Rain Grows", umas das melhores do álbum "Master of the Rings", que acabou virando totamente acústica, gostei desta versão.
Temos a longuissima "The Keeper's Trilogy (Medley)", como o próprio titulo sugere, mostras partes de algumas musicas, como "Halloween", "Keeper of the Seven Keys", etc...essa totalmente voltado para o lado mais sinfônico, e acabou soando interessante com backing vocals de crianças, com coral Gregoriano, e instrumental pela orquestra sinfônica de Praga.
Dificil ouvir essa nova versão da "Eagle Fly Free", e não sentir a falta da original, ainda mais naquela guitarra do começo, aqui totamente acústica.
A banda tranformou a "Perfect Gentleman" em um quase folk pop acústico, ou sei lá como eu devo chamar.
A boa balada "Forever and One" também está presente, essa totamente orquestrada, virando uma música mais "capela" em seus backing vocals, infelizmente eu quase dormi nesta. O mesmo acontece na A Tale that wasn't Right".
Completamente diferente da orignal também a "I want Out", quase não reconheci a música, mas que até ficou interessante com coral de crianças em seu refrão.
Ainda não consigo imaginar porque o Helloween decidiu fazer esse álbum desta forma, já tinha achado "Metal Jukebox" fraco, na verdade desnecessário, mas tudo bem, aquele álbum é de covers, mas esse....está dificil engolir esse álbum como "comemorativo" de 25 anos de banda, pois eu não estou comemorando muito esse lançamento até agora, e olha que sou fã das antigas deles.
O jeito é passar uma borracha neste cd, ou melhor, aguardar um álbum inédito de estúdio, acho que depois desse, a banda tem o dever de lançar um clássico, eu acho dificil, mas não impossivel apesar da formação atual da banda.

Rating: 6.5/10

Contato/Contact:
www.helloween.org
https://www.facebook.com/helloweenofficial/

Comentários