Velvet Viper - Respice Finem

Underride - One of us


A cidade de Seattle nos Estados Unidos no começo dos anos 90, foi de onde surgiram muitas bandas do chamado Grunge, um estilo mal cheiroso, e essa cidade acabou por se tornar a "vilã" da verdadeira música, fazendo que muitas bandas de hard rock perdessem os seus contratos, deixando o estilo em baixa até o final dos anos 90, quando o estilo começou a se reerguer, e surgiram muitas promessas do hard rock, e nos dias atuais o estilo vive um grande momento com grandes nomes ainda na ativa e lançando álbums, como também bandas novas surgindo o tempo todo.
Então cada nova banda que surge de Seattle, eu fico com um pé atrás, mas para meu alivio e de todos, temos uma banda de hard rock muito boa em sua prosposta, é isso que você ouvirá no 4º lançamento da banda Underride(contando com um EP de 2006).
Eu não posso dizer nada sobre os outros álbums da banda, esse é o primeiro que ouço deles, e posso dizer que estão no caminho certo, tocando um hard rock com influência dos grandes nomes dos anos 80, como também uma certa modernidade, tornando-o menos clichê e agradável de se ouvir. Inclusive temos um excelente produção, a banda está de parabéns, mesmo sendo uma banda independente, fizeram uma produção de primeira.
A música do Underride em grande parte do disco, é energética, com um vocalista que varia nas suas linhas vocais, e temos o bom vocalista em Rev, a banda é completada por Rex Nomad - guitar, Dr. Pondscum - guitar, El Barto - bass e Double A - drums.
Esse som energético e variação vocal pode ser encontrada já na primeira música "Side by Side", com uma guitarra suja, vocal idem em algumas partes, como também vocais mais limpos, as músicas geralmente vão neste modo de composição.
Cheguei a melhor música do álbum sem dúvida, a música "Candy Girl" é o grande destaque do álbum, excelente faixa na linha Sleazy rock, excelente refrão, uma faixa perfeita ao meus ouvidos, o álbum poderia terminar aqui e eu nem reclamaria.
As músicas deste álbum não chegam a ter 4 minutos, são faixas curtas e diretas, somando um total de 14 faixas, sem dúvida foi muito bom esse tempo médio das músicas, tornando o álbum de fácil assimilação e não enjoativo.
A música "On the Radio" segue mais ou menos a mesma linha da "Candy Girl", trazendo os anos 80 de volta nas nossas mentes, diferente da faixa "Throw it Away", essa mais moderna, mais ou menos como um Soundgarden, essa é dispensável.
Quando comecei ouvir a faixa "Upstart Coming up" pensei: "que vocal estranho no começo", mas essa música é matadora! Excelente trabalho de guitarra, refrão empolgante e mesmo o vocal que parecia estranho é muito legal, mas o melhor está por vir. A faixa "Kink into my Heart", onde o hard rock volta com tudo!
Se você gosta de baladas, você ficará desapontado, esse álbum por incrivel que pareça, não tem sequer uma única balada, eu particularmente gosto de baladas, mas não senti falta delas neste álbum.
Poderia também dar destaque para mais algumas faixas, como: "My Litle Hell", que segue o estilo mais pesado e sujo do sleazy, e mais uma vez com um refrão pegajoso. Também destaco as "Lights Off Baby" e "Shotgun Breakdown", essas bem na linha de bandas dos anos 80, como Ratt, Quiet Riot, etc. Um álbum que conseguiu me surpreender, mesmo não esperando nada dele no começo, eu tenho certeza que acontecerá com você a mesma coisa.

Rating: 8/10

Contato/Contact:
www.myspace.com/underrideseattle

Comentários